Moda & Belezza ♡: Novembro 2013

Imagine Harry Styles HOT

ENTREVISTA

Acordei sentindo meu corpo dolorido, mas ainda assim sorri me lembrando da noite maravilhosa que tive com Harry. Se alguém me falasse a um ano atrás que eu namoraria Harry Styles eu iria rir. Eu, uma fã qualquer. Apenas uma em vários milhões. Mas ele havia me escolhido, e isso é o que importa. Fiz uma careta ao me espreguiçar, não sei porque estava tão dolorida, nós nem abusamos tanto assim… Isso se não contarmos a pia do banheiro e a máquina de lavar… É, talvez nós tenhamos extrapolado um pouquinho. Bem pouquinho. Olhei em volta e soltei uma risadinha ao ver a cueca de Harry pendurada em cima do lustre, e por um momento me perguntei como ela foi parar lá. Me levantei escutando meu estômago 
roncar, peguei a camisa de Harry que estava jogada no chão e coloquei minha calcinha. Comida, eu preciso de comida! Saí do quarto e escutei a voz de Harry, parei por um momento não querendo dar de cara com outra pessoa que não fosse meu namorado nos trajes que me encontro. Ou melhor, na falta deles. Mas então me lembrei que Harry iria dar uma entrevista a uma rádio pelo telefone, sorri e me direcionei até a cozinha. Parei no entanto ao ver Harry. Meu Deus aquilo tudo é realmente meu namorado? Eu devo ter sido muito boazinha por umas dez encarnações pra merecer isso tudo. Esqueci da minha fome ao olhá-lo. Aliás descobri que eu ainda estava com fome, mas não de comida. Harry estava largado no sofá parecendo um Deus. O cabelo ainda estava úmido e todo bagunçado, usava uma regata preta, uma bermuda Jeans e um tênis. Simples. Mas divinamente gostoso. Eu realmente gosto do contraste do preto na pele de Harry. Ele abriu um sorriso ao me ver, e eu continuei lá parada, feito como diria Louis uma cenoura congelada. Harry me olhou da cabeça aos pés e eu senti meu corpo esquentar instantaneamente, não é possível ele conseguir fazer isso com apenas um olhar. Não é justo! É sempre assim, eu comendo na mão de Harry, se ele me pedir pra pular do alto da estátua da liberdade eu pularia e nem pensaria sobre o assunto. Ele me tinha na palma de suas mãos, sempre teve e eu desconfio que sempre me terá . Respirei fundo sentindo seu olhar me atravessar, e uma idéia passou por minha mente. Será? Minha expressão mudou instantaneamente, e eu pude perceber que Harry mudou a sua para apreensão também. Me aproximei de Harry lentamente, tentando criar coragem para o que se passava em minha mente. Me sentei no colo de Harry, que franziu a testa olhando em meus olhos. Ajeitei-me com uma perna de cada lado do corpo de Harry, e nossos quadris se encaixaram, como sempre. Sorri torto para Harry que me olhava confuso, pisquei para ele e me inclinei roubando um selinho de seus lábios. Desci minha boca por sua mandíbula e pescoço, deixei um rastro de beijos até sua orelha e sussurrei em meio a mordidas.
- Não se esqueça que está em rede nacional. – eu disse chupando o lóbulo da orelha dele e o senti arrepiar.
Um ano é tempo suficiente para conhecer os pontos fracos de uma pessoa, e eu sei bem os de Harry. Comecei a distribuir beijos pelos ombros de Harry que estavam expostos devido a regata, enquanto o senti retesar-se. Ótimo. Em um ataque de coragem eu movi meus quadris lentamente me esfregando em Harry, e o assisti fechar os olhos e morder o lábio. As mãos dele vieram automaticamente para minha cintura e eu repeti o movimento, ele me olhou e eu indiquei o telefone. Enfiei uma mão por baixo da barra de sua regata e deixei minhas unhas arranharem seu baixo ventre, Harry encolheu a barriga e deu uma leve afastada no telefone para gemer. Fiz uma cara de brava e segurei sua mão o obrigando a colocar o telefone de volta na orelha.
- Comporte-se Styles, você está trabalhando… - eu disse baixo tomando cuidado para minha voz não sair na ligação.
Harry falava coisas que eu não prestava atenção na tal da entrevista e eu só esperava que aquilo durasse tempo suficiente para que eu pudesse colocar minhas idéias em prática. Comecei a fazer movimentos com meu quadril em cima de Harry, enquanto o arranhava e beijava aonde eu conseguia alcançar. Ele jogou a cabeça para trás apertando os olhos e os punhos tentando se controlar, e eu deixei um sorriso escapar o sentir a ereção de Harry se formando abaixo de mim. Ainda me pressionei mais em Harry, e então sem avisar e nem nada eu saí de seu colo. Vi Harry fazer uma careta entre o decepcionado e o aliviado e voltar a falar normalmente. Eu ri e me ajoelhei em sua frente. Deslizei minhas mãos pelas coxas de Harry que arregalou os olhos novamente, passei minhas unhas por seu tornozelo e subi até onde sua bermuda me permitia. Voltei a arranhar seu abdômen, e desci até a barra de sua bermuda, fiquei deslizando minhas unhas por aquela região como se fosse a coisa mais entediante do mundo. Harry tentou segurar minha mão mas lhe desferi um tapa olhando-lhe séria. Abri os botões de sua bermuda e o zíper e Harry me olhou preocupado me arrancando um sorriso novamente. Sem pensar muito abaixei sua bermuda e sua cueca de uma vez só e dei uma risadinha ao ver que sua ereção já estava bem avantajada. Distribui beijos pelas coxas de Harry, deslizando minhas mãos por toda sua perna, fingindo ignorar totalmente o membro pulsante à minha frente. Fiquei enrolando e provocando Harry calmamente, e então quando Harry olhou para cima pra tentar se concentrar em uma resposta eu vi a minha deixa. Enfiei o membro de Harry inteiro em minha boca e o escutei soltar um gemido alto. Olhei para ele que me olhava ofegante.
- Eu…. chutei o sofá… - escutei Harry tentar se justificar.
Pulei toda aquela parte de ir com calma no começo, eu queria fazer Harry ficar em minhas mãos como eu ficava nas dele, e pra isso não poderia dar tempo para ele pensar, ou até pra mim mesma pensar ou provavelmente eu iria morrer de vergonha. Apoiei minhas mãos nas coxas de Harry e confesso que apertei de propósito, deixando a marca de minhas unhas de leve. Chupei a pontinha circulando com minha língua e tive que conter o riso ao ver Harry apertar os olhos e pedir para a pessoa do outro lado da linha repetir a pergunta. Comecei a torturar Harry, deslizando minha língua lentamente por toda a extensão de sua ereção. Sem pressa. Protegi os dentes com o lábio e o envolvi com a boca fazendo pressão na cabeça e voltando a chupá-lo. Percebi Harry agarrar a beirada do lençol e apertar as mãos. Aumentei o ritmo, e depois parei e novamente Harry grunhiu, e disfarçou com um pigarro, como se estivesse limpando a garganta. Ah mas eu faço questão de procurar essa entrevista pra escutar depois na internet. Saí de meus devaneios quando escutei Harry dizer que responderia apenas mais uma pergunta pois precisava desligar. Precisava porque? Sorri internamente com minha cara de pau e sem pensar duas vezes comecei a chupar Harry intensamente e vi que ele deixou a marca dos dentes em seu lábio tentando conter-se. Assim mesmo Harry. Respirei fundo e forcei todo o membro de Harry em minha boca, sentindo-o em minha garganta, Harry deu um murro no sofá e quando olhei em seus olhos pude ver sua pupila dilatada, e um arrepio subiu por minha coluna ao ver a cara de predador de Harry. Voltei a chupá-lo e novamente o forcei contra minha garganta, não era a melhor das sensações uma vez que Harry era realmente bem dotado, mas eu não ligava, apenas queria enlouquecê-lo e pelo visto estava funcionando. Senti o membro de Harry ficar ainda mais duro em minha boca e percebi que ele gozaria, ótimo, quero só ver como ele vai fazer pra se controlar no telefone. Concentrei-me em chupar a ponta enquanto masturbava o resto e quando percebi que Harry se segurava eu não pensei duas vezes. O engoli todo o sentindo bater em minha garganta. Seguido pelo gozo de Harry. Levantei os olhos a tempo de ver Harry desligar o telefone e jogá-lo longe ao mesmo tempo em que soltava um verdadeiro grito de alívio. Continuei chupando-o fingindo que nada estava acontecendo. E os gemidos de Harry atingiam meus ouvidos como bombas eróticas… Depois de gozar, Harry soltou seu peso no sofá e deitou a cabeça no apoio aparentemente tentando respirar, dei um sorrisinho e me levantei como se nada tivesse acontecido, dei um pequeno selinho em Harry e saí da sala deixando-o sozinho. Voltei para o quarto e tomei um banho rápido. E gelado. Confesso que eu tinha um sorriso idiota no rosto. Eu tinha conseguido domar Harry Styles! Há, eu sou foda! Saí do chuveiro cantarolando, me sentia bem. Mas congelei quando entrei no quarto. Harry estava deitado na cama com as costas apoiadas na cabeceira, só vestindo sua bermuda, sem camisa e descalço,com os braços ao redor da cabeça e de olhos fechados. Meus Deus, ele estava querendo me matar era isso? Só podia. Tentei ignorar a visão do paraíso e me direcionei ao closet.
- Hey (S/N)… - parei no meio do caminho. Sempre tive uma tara pela voz de Harry, mas ela nunca havia soado tão sexy, tão … sombria. Não consegui falar nada, apenas me virei para ele - Você acha mesmo que está tudo bem? - ele disse abrindo os olhos e senti alguma coisa repuxando-se no meu estômago - Acha que vai brincar comigo em rede nacional e vai ficar tudo bem? Ah amor… você não sabe com quem brincou…
Harry levantou-se e eu engoli em seco. Meu deus aonde foi parar o Harry fofo e carinhoso de sempre? Harry andou até mim e eu simplesmente não conseguia me mover. Senti ele enroscar sua mão em meu cabelo e me puxar para si possessivamente e em pouco tempo sua língua invadia minha boca. Harry me beijava exigentemente. Uma mão me mantendo colada a si pelos cabelos e outra simplesmente arrancou minha toalha, jogando-a em algum lugar do quarto. Harry me ergueu do chão e em um movimento rápido me jogou na cama. Assisti ele se aproximar da cama lentamente, não falava nada. Apenas ficou lá, me encarando com aqueles olhos sombrios. Harry deslizou a ponta de seus dedos sobre a pele descoberta de minha barriga e eu me contorci lentamente, como um simples toque podia fazer aquele turbilhão de sensações passar por meu corpo? Harry inclinou-se em minha direção e senti sua boca em meu pescoço ele deslizava a língua por minha pele deixando um rastro de algo que eu podia jurar ser mais quente do que fogo. Beijou meus ombros e toda a extensão de meus braços, até que finalmente chegou em meus seios, e assim como eu havia feito com ele mais cedo, Harry simplesmente os envolveu com a boca, sem aviso nenhum, eu arfei. E levei minhas mãos até seu cabelo. Harry em um movimento rápido imobilizou meus dois braços acima da minha cabeça.
- Fique quieta mocinha, trate de se comportar ou serei obrigado a te amarrar… - ele disse olhando em meus olhos e eu senti o efeito bem em minha região sul. Harry me deu um selinho e puxou meu lábio inferior em uma mordida extremamente sexy.
E então ele voltou ao que estava fazendo. Envolveu meu seio em sua boca, e o chupava quase dolorosamente. Quase, porque era bom demais pra me importar. Harry prendeu suavemente um de meus mamilos em seus dentes e puxou me fazendo soltar um gemido. Oi? Da onde saíram todas essas sensações? Harry repetiu todo o processo no outro seio e sério, isso estava me deixando louca. Senti a língua dele passear por toda a extensão de minha barriga e não pude evitar de contorcer na cama ao sentir sua bocha chegar perigosamente perto da onde eu queria. Da onde eu precisava que ele chegasse. Foi então que Harry simplesmente parou e me levantou o olhar.
- Eu avisei… - ele disse balançando a cabeça em uma negação e se levantou. Por alguns segundos ele sumiu no closet e voltou segurando uma gravata e um cinto. Arregalei os olhos.
- Harry o que você vai fazer?- eu disse confesso que assustada
- Já falei pra ficar quieta. – ele disse simplesmente e juntou novamente minhas mãos acima de minha cabeça e as amarrou com a gravata, fiquei mais aliviada ao ver que ele usou o cinto para me prender na cama. Aliviada? Qual é ao meu problema. Bom ele poderia resolver me dar uma surra pelo que fiz hoje de manhã. Arregalei os olhos em entendimento. Harry estava se vingando pelo… “incidente” do telefone. E se eu for honesta comigo mesma tenho que admitir que estou adorando. Tentei puxar minhas mãos e vi que Harry as havia realmente imobilizado. Como foi que ele aprendeu a dar um nó desse? Não me lembro dele dizendo que era escot.. Woah! Harry foi direto ao ponto. Assim sem enrolação sem nenhuma enrolação ou aviso eu senti a língua dele em minha intimidade, e tenho que admitir que aquilo estava cretinamente gostoso. Não sei o que estava mais sensual, sentir a boca de Harry me massageando daquela forma ou o olhar filho da puta que ele me direcionava. Eu queria fechar os olhos mas não conseguia me desprender de seu olhar. Eu não conseguia nem ao menos encontrar minha voz pra gemer, era como estar em um transe. Um transe sexual chamado Harry Styles. Senti Harry me penetrar com um dedo enquanto circundava meu ponto de prazer com a língua. Ele brincava com seus dedos no meu interior me preparando para ele, droga que se fodesse a preparação, eu queria Harry dentro de mim logo , eu me sentia tão quente… Eu PRECISAVA dele dentro de mim ou eu tinha certeza que derreteria. Ali em seus braços. Harry voltou a sugar meus seios ainda me provocando com seus dedos e minha voz aparentemente lembrou que existia quando um gemido saiu de meus lábios.
- Quieta - Harry disse e enfiou mais um dedo em mim como que me desafiando a gemer, mordi meu lábio e ele me direcionou um sorrisinho - Boa menina.
Minha mente estava dividida entre insultar Harry com os piores palavrões que eu conseguisse pensar e gemer loucamente. Eu não podia fazer nenhum dos dois uma vez que eu não me encontrava em condições de pensar em nenhum palavrão e tão pouco podia gemer. Então eu fiquei ali, simplesmente sentindo e esperando o momento em que eu simplesmente entraria em combustão. Vi Harry colocar uma camisinha e internamente dei graças a deus, minha tortura estava chegando ao fim. Engano meu. Harry me segurou pelas coxas abrindo mais minhas pernas, e ficou ali, se esfregando em mim de um jeito filha da puta!
- Harry por favor… - Eu disse tentando não gritar e impulsionando meus quadris a seu encontro.
- Eu vou fazer o que eu quiser e quando eu quiser, agora quieta se não quiser que eu te amordace também - Harry respondeu calmo, como se estivesse falando sobre a droga da previsão do tempo. Enquanto me penetrava com a ponta de seu mebro, prendi a respiração fechando os olhos, mas os abri rapidamente quando ele simplesmente saiu. NÃO, NÃO, NÃO NÃO, VOLTA AQUI E TERMINA ISSO!
Harry ameaçava me penetrar, e em seguida saia, depois se esfregava em mim, e depois me provocava de novo e então me penetrou. De uma só vez e eu soube que se eu não explodi naquele momento não explodiria nunca mais. Foi completamente impossível controlar um gemido que se alguém escutou jura que é um grito de escapar por meus lábios ao senti-lo dentro de mim.
- Eu não disse que podia gemer - Harry disse e eu senti ele desferir um tapa em minha coxa. Um tapa forte, mas que sendo honesta foi mais gostoso do que doloroso.
Harry se movia intensamente dentro de mim, eu escutava o barulho de seus quadris contra os meus, e sua respiração arfante, sentia a firmeza com que me penetrava e que suas mãos passeavam por meu corpo. Era intenso. Muito intenso. Harry puxou uma de minhas pernas mais para cima e e me penetrou com força conseguindo me provar que dava pra ir ainda mais fundo. Senti sua boca colada em minha orelha.
- Agora você pode gemer - ele disse se enfiando novamente em mim.
Mas eu não tive tempo de gemer porque Harry roubou meus lábios em um beijo, tentei puxar minhas mãos mas a droga do nós estava muito bem feito, sendo assim tudo que pude fazer foi retribuir o beijo. Minha cabeça rodava e senti meu corpo se contraindo do modo característico do orgasmo, eu sentia Harry invadindo minha alma, e roubando minha boca. Eu era dele, simples assim. Rebolei meu quadril de encontro ao dele e foi a vez de Harry gemer contra meus lábios, e eu repeti o movimento só porque adorei escutá-lo gemendo. Nós nos entregamos um ao outro como nunca havia acontecido, e quando chegamos ao orgasmo juntos eu soube que era assim que tudo deveria ser, eu nos braços dele e ele nos meus.
Ele saiu de mim e eu me deixei apenas observar o quão lindo ele estava com aquele cabelo bagunçado pós-foda e o rosto afogueado. A forma como seu peito subia e descia em busca do ar que também me faltava. Meu deus eu poderia repetir isso pro resto da minha vida e desconfio que além. Ele foi até o banheiro creio que se livrar da camisinha, e voltou com um sorriso. Era meu Harry de novo. Ficou parado me olhando.
- Hãm… Será que agora pode me soltar? - Eu disse e tive que pigarrear porque minha voz não saia direito.
- Ainda estou decidindo, me agrada a idéia de você amarrada a minha cama pra sempre - ele sentou-se ao meu lado e deslizou a mão por meus braços - só pra mim, pro que eu quiser…
Eu arfei. Porra, proposta aceita. Mas ele riu e em seguida eu sentia meus braços sendo libertos, fiz uma careta ao sentir uma dor na região. Harry pegou e desamarrou-me da gravata e sem seguida depositou um beijo em cada pulso. Em seguida me puxou para um beijo inesperado, um beijo diferente. Não sei dizer, em que, apenas era diferente. Era um outro Harry que me beijava. Um Harry mais maduro, era o beijo de um homem e não do meu garoto. Mas quando ele partiu o beijo e me olhou, eu vi no seu sorriso doce que o meu Harry ainda estava ali. E como mágica eu tive certeza que me apaixonei mais por ele. 

Top 5 Clipes preferidos:

Oi meninas, hoje eu decidi vir fazer o "Top 5 clipes preferidos" e bom, foi meio dificiel escolher já que vocês devem perceber que eu
provavelmente amo música, Mais aqui estão: <3

1-"Story Of My life -One Direction"

2- "Come & Get it - Selena Gomez"
3-"Neon Lights - Demi Lovato"
4-"Unconditionally - Katy Perry"

5- Mike WiLL Made-It -ft. Miley Cyrus,Wiz Khalifa & Juicy J:

 

Bom,esses não são só meus clipes preferidos, mais também as minhas músicas preferidas,s empre toca na minha playlist, e se vocês gostaram desse tipo de post, comentem aqui enbaixo e me avisem, talvez eu faça mais depois, só se acostumem pois "Story Of My Life" sempre estará em primeiro lugar, a não ser que os meninos lançem outro clipe <3
"I'm a - Directioner,Lovatic,Selenator and Smiler"

Look Quinta feira.

Oi meninas, passando  para mostrar meu look de quinta feira- 14/11

A Importância da limpeza da pele

É clichê falar que a limpeza da pele é fundamental? Pode ser. Mas o que será que acontece se ficássemos sem esse ritual durante um mês? Bom, uma repórter do Daily Mail foi tentar solucionar essas questões. Os resultados não poderiam ser piores: vermelhidão, muitas manchas e pele envelhecida em 10 anos.
Os experimentos da jornalista Anna Pursglove funcionaram assim: ela apenas limpava o rosto no chuveiro e, em seguida, aplicava máscara de cílios, lápis de olho, blush e gloss. Depois de 30 dias descumprindo as regras de beauté, a repórter foi a um dermatologista e concluiu que sua pele estava 20% pior e mais ressecada e com poros 5% mais dilatados.
jornalista
Se em um mês os danos foram tão graves, imagine uma vida inteira! Então, é fundamental, sim, seguir alguns passos para manter a cútis saudável e jovem por mais tempo.

PASSO 1: XÔ, EXCESSOS!

A importância do demaquilante 02
Um dos principais aliados na conquista de uma pele mais digna é o demaquilante. O produto remove a maquiagem e deixa a pele pronta para os outros passos de limpeza. Ah! E é fundamental escolher o ideal para cada situação. O cosmético à base de óleo, é indicado para makes mais pesados, principalmente na área dos olhos. Os aquosos e cremosos servem para o rosto inteiro. Enquanto os lenços demaquilantes ajudam nos dias de preguiça.
8943_6_desc_604128_3_desc_30
Demaquilante Cellular Comforting – La PrairieDemaquilante Galatée Confort – Lancôme
14702_3_desc_302489_desc_30
 Demaquilante Bifásico Facial – NiveaDemaquilante Express Pour les Yeux – Clarins

PASSO 2: ÁGUA É TUDO

a importancia do demaquilante 03
Não é só o demaquilante que faz parte da rotina de beleza. É preciso também remover ainda mais impurezas, resultado de maquiagem + agressões externas, como poluição. Para isso, temos que ter em mãos um sabonete em barra, gel ou espuma, que seja ideal para o seu tipo de pele – seca, mista, oleosa ou acneica. Uma boa escova facial pode ajudar a fazer uma esfoliação suave, removendo as células mortas.
7797_3_desc_3018525_6_desc_60
Sabonete em Gel – NiveaEscova Facial – D-Clean

PASSO 3: LIMPEZA PROFUNDA

a importancia demaquilante 0202
O último passo no processo de limpeza do rosto é o tônico, também conhecido como adstringente. A função principal do produto é purificar e trazer mais equilíbrio à pele. Alguns ainda aumentam a defesa contra os radicais livres! Cútis mais sensíveis podem aderir a cosméticos sem álcool, para evitar irritações.
16677_3_desc_3012132_3_desc_30
 Tônico Benefiance NutriPerfect – ShiseidoTônico Adstringente Hydra Matt – L’Oréal Paris

PASSO 4: GARANTINDO O VIÇO

a importancia demaquilante 04
Por fim e não menos importante – não mesmo! – está uma duplinha infalível: sérum e hidratante. O primeiro é um concentrado, cheios de ativos poderosos – como antioxidantes e vitaminas. Já o segundo, é o aliado contra as rugas e responsável pelo glow natural da pele. Os dois juntos dão um boost na rotina de beleza, resultando em um rosto mais viçoso.
14355_6_desc_6014375_3_desc_30
Sérum One Essential – DiorHidratante Facial Aquasource – Biotherm

Apesar de serem necessárias algumas etapas, incorporar esses elementos na rotina de cuidados não traz dificuldades. É preciso desenvolver novos hábitos. Uma pele bem cuidada agora é uma pele mais bonita e saudável no futuro.

Makes para pele madura

A gente sabe que na maquiagem não existem regras, mas existem algumas dicas preciosas que evidenciam ainda mais a nossa beleza. Quando o assunto é pele madura, nem se fala. Em cada época da vida, a pele possui necessidades específicas e depois dos 50 anos, não é diferente: é preciso ter bons cuidados de skincare combinados a truques de maquiagem que podem deixar o rosto mais bonito e até diminuir alguns anos.
Confira abaixo as dicas especiais e inspire-se nas celebs-musas:

JULIA LOUIS-DREYFUS

julia
Quem disse que depois dos 50 o make precisa ser mais contido? Julia aposta com frequência em olhos esfumados poderosos. Os tons são neutros: preto, marrom e champagne, para garantir a elegância da produção.

HELEN MIRREN

helen
Alguns maquiadores dizem que quem tem pele madura deve fugir dos produtos ultracintilantes, principalmente na região dos olhos. Helen vai contra os experts a prova que no universo da beleza não existem regras, tudo pode funcionar. Além disso, a atriz aposta em pele iluminada e maçãs coradas de maneira natural.

LÍLIA CABRAL

lilia
Algumas mulheres podem ser consideradas musas inspiradoras no quesito make para pele madura e Lília Cabral é uma delas. A atriz consegue produzir um look natural, evidenciando sempre o que tem de melhor: os olhos. Valem muitas camadas de máscara de cílios, tanto em cima, quanto embaixo. Além disso, suas sobrancelhas estão sempre impecáveis.

JODIE FOSTER

jodie
Os olhos claros de Jodie são sempre evidenciados por lápis escuro rente aos cílios inferiores. Mas tem um truque: a atriz nunca faz o traço completo. O produto é aplicado do canto externo até o meio, para garantir que a região não fique com aspecto menor.

MERYL STREEP

meryl
A eterna Miranda Priestly (de “O Diabo Veste Prada”), possui um glow natural em sua pele. Por isso, na hora da maquiagem, a correção conta com base de acabamento leve, que deixa o rosto com viço. Os lábios ganham batom glossy, que é uma forma de aumentá-los discretamente.

DICAS

Depois da hidratação, a pele já está pronta para receber o make. No momento da preparação seis pontos devem ser levados em consideração:
1 – Evite produtos muito matificantes. Excesso de pó tira o viço, aquele glow natural da pele.
2 – Nada de muitas camadas de corretivo para diminuir as olheiras. O produto pode acumular nas ruguinhas.
3 – Escolha uma base da sua tonalidade, mas com subtom amarelado. Essa tonalidade aquece a pele e rejuvenesce.
4 – Tenha cuidado com suas sobrancelhas. Recorra a um bom profissional para modelá-las e aposte em produtos para corrigir as falhas.
5 – Abuse da máscara de cílios, porque cílios alongados deixam o olhar mais marcante.
6 – Caso os lábios estejam ficando mais finos, os lápis para a boca podem ser ótimos aliados para dar volume sem parecer artificial.

O QUE USAR?

16490_3_desc_309317_2_desc_20
Pó Iluminador Croisière – GivenchyCorretivo Diorskin Anticerne Sculpt – Dior

14530_3_desc_302698_3_desc_30
Base Age Rewind The Eraser FPS 18 – MaybellineMaquiagem para Sobrancelha – Shiseido

16278_3_desc_3011136_2_desc_10
Máscara de Cílios Eye Definition – ClarinsLápis Labial Colorstay – Revlon

Evolução:

Minha pequena evolução com o blog:
 
Depois de 2 dias:

Sim,sim,estamos ganhando muitas novas visualizações,eu estou muito feliz,rumo aos 40.000 sdsdjsajs

Story Of My life .♡

Oi meninas,tudo bem?hoje eu vim fazer um post sobre o novo clipe dos meninos chamado "Story Of My Life" Sim,eu sou Directioner,com muito orgulho.♡ ,Desde que lançou o clipe eu já havia assistido antes,por que gringas fizeram com que o clipe vazasse sem os meninos saberem,e eu acebei assistindo:
Como vocês sabem,qualquer Directioner se desaba com um clipe novos dos meninos não é?e quem aqui não sente orgulho daqueles 5 viados que nunca desistiram dos seus sonhos,e olha onde eles estão agora. 
Para quem não conhece a One Direction,é uma banda britânica,formada por 5 integrantes:
Zayn Malik,Louis Tomlinson,Harry Styles,Niall Horan e Liam Payne, 4 britânicos e 1 Irlândes.
Eu não vou aflar muita coisa por que eu não sou wikipedia ok? enfim,eu só tenho que dizer que esse clipe foi um dos melhores do mundo,e pode parecer idiotisse,mais todas as vezes que eu vejo,eu choro,de tanto ver o clipe,meu cérebro está "
FROOOOOOOOOOOOOOOO
(zayn)
Só directioner entendem sjhasjhdja estou certa?u.u
Booooom,eu vou parar de enrolar,aqui está algumas fotos do clipe:








                                                           GIFS :

































Por penúltimo o meu cd,que acabou de chegar,o "Midnight Memories" o novo albúm dos nossos 5 gays <3
Link permanente da imagem incorporada 
eu estou muito feliz,e para terminar o post com chave de ouro,aqui o clipe <3

espero que tenham gostado do novo post,directioners.

Malikisses e horanhugs <3