Moda & Belezza ♡: Imagines com Niall Horan

Imagines com Niall Horan

Mini Imagine com Niall Horan

-Niall: Chocolate ou morango?
— Você: Creme.
— Niall: Para de ser teimosa amor, chocolate ou morango?
— Você: Creme.

— Niall: Creme não tem.
— Você: Então escolhe você.
— Niall: Chocolate.
— Você: Mas eu queria morango.
— Niall: Por que não disse?
— Você: Porque eu queria de creme.
— Niall: Então é morango?
— Você: Quero chocolate.
— Niall: Decide.
— Você: Quero de uva.
— Niall: Vou comprar a sorveteria inteira desse jeito.
— Você: Se vier você dentro, pode comprar amor.
— Niall: Sou exclusivo.
— Você: De quem?
— Niall: De muitas mulheres.
— Você: Perdi a vontade de tomar sorvete.
— Niall: Não quer saber quem são essas mulheres?
— Você : Pega todas pra você.
— Niall: Ciumes?
— Você: Não.
— Niall: Amor volta aqui, o sorvete vai derreter.
— Você: Leva pra elas.
— Niall: Tá com ciumes amor?
— Você: Já disse que não - ela fala gritando e sai da sorveteria.
— Niall: Amor. - ele a puxa e a beija. - Só me ouve.
— Você: Fala.
— Niall: Sou teu amor, só teu.
— Você: E as outras mulheres?
— Niall: Aí depende, quantas filhas vai querer ter
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mini Imagine com Niall Horan




Hoje seria um dia muito importante pro meu namorado, ele fazia parte da boyband mais conhecida em Londres, One Direction, ele e os meninos estão concorrendo em categorias no The Brit Awards, Niall me convidou para acompanhá-lo á festa de premiação e eu com certeza havia aceitado, estava muito orgulhosa do meu namoro e de meus amigos. Mas como eles fariam algumas performances na apresentação tiveram que ir à frente e eu iria com Els que era minha melhor amiga, o dia estava sendo normal, fui até a cabeleireira perto da minha casa, fiz um penteado lindo em forma de um coque trançado, quando estava voltando pra casa recebo uma ligação de Els.
Ligação on ~
-Pequena onde você esta? – sente um tom de preocupação em sua voz.
-Estou a caminho de casa, o que houve Els?
-Pequena precisa que você vá pra casa e me espere, não sai de casa por nada nesse mundo – tom de Els com certeza estava me colocando medo, não tive tempo de perguntar o motivo disso, pois ela desligou em minha cara.
Ligaçao off ~
Desliguei o telefone e fiquei parada na esquina de minha casa pensando em um motivo aparente de Els ter falado isso, mas não cheguei a uma conclusão plausível, então resolve deixar para lá. Fui andando quando vejo um amontoado de paparazzis em minha porta, realmente aquilo não era bom, o que estava acontecendo, só pude pensar se havia acontecido alguma coisa com meu pequeno irlandês, afastei esses pensamentos maldosos e corri até a entrada de minha casa.
-[S/N] como você esta se sentindo com essa situação? Esta tudo bem entre vocês? Você irá perdoá-lo pelo o que ele fez? – eles faziam tantas perguntas, do que eles estavam falando, eu não entendia nado do que eles falavam, estava confusa demais para pensar em algo, apenas entrei em casa e esperei Els chegar para me explicar. Ouço toques na porta, olhei e era Els, sua cara era de preocupação.
-Els entra logo – a puxei pelo braço rápido para que os paparazzis não me enchessem de mais perguntas.
-Pequena como você esta? – ela me abraçou em uma forma delicada, tentando me passar segurança, o que estava acontecendo.
-Els eu não entendo, o que esta acontecendo, o que houve com meu Nini? – perguntei em meio a lágrimas.
-Pequena você ainda não viu, vem que eu te mostro – Els falou isso me levando até o notebook que estava em cima da bancada da minha cozinha onde Niall havia deixado de manhã.
Não pude acreditar no que li, sente meu corpo estremecer com aquela notícia. “O membro da banda One Direction, Niall Horan, foi flagrado na noite retrasada com uma loira desconhecida em uma boate, fotos foram divulgadas dos dois se beijando e aparentemente Niall ficou com a loira durante a festa inteira, seus amigos da banda também estavam na festa, mas todos haviam bebido além da conta. Não se sabe se o membro estava solteiro, até agora a sua namorada [S/N] não nos declarou nada sobre o assunto.” Sinto meus dentes trincarem de raiva daquela notícia, não acredito que ele fez isso comigo, como ele pode fazer isso. Não consegue mais sentir forças para permanecer em pé, sinto minhas pernas fraquejarem e cai de joelhos ali mesmo, meu rosto agora estava marcado por lágrimas que caiam sem meu consentimento, meu mundo havia acabado o amor da minha vida acabará de me trair e o mundo inteiro saberá disso, menos a burra que não se preocupou em ler as noticias, a burra que o tratou como um príncipe durante a manha, que se preocupou pelo motivo de ele não esta se sentindo bem durante essa manha, talvez fosse à culpa pensando nele, por isso ele não estará se sentindo bem nessa manhã.
-Porque Els? O que eu fiz pra merecer isso? Se ele não me amava mais porque não me deixou? Porque ele fez isso comigo? – mais lágrimas caiam, essas deviam ser da raiva que eu estava sentindo dele.
-Não sei pequena, eu não sei por que aquele idiota fez isso com você – sinto os braços de Els me envolverem novamente, e ficamos ali de joelhos no chão da cozinha abraçadas, sem falar nada, eu apenas chorava. Els tinha que voltar para casa, ela ainda teria que ir à premiação, eu apenas me deitei em minha cama e dormir, não queria mais fazer nada naquele dia. 
Acordei com meu celular tocando escandalosamente, o toque me fez lembrar Niall, tocava One Way Or Another o novo single deles, fiquei com raiva daquele toque, teria o trocar logo. Atende o celular sem olhar quem estava ligando.
Ligação on ~
-Alô? – falei com uma voz arrastada por conta do sono
-Pequena sei que você pode ficar com raiva de mim por isso, mas ligue a TV, por favor – a voz de Els parecia como a de um anjo, apenas fiz o que ela pediu e liguei a TV. Estava passando a premiação dos meninos, Niall estava chorando no meio do palco e Harry estava ao seu lado o apoiando em seu ombro, sente pena dele, mas logo tirei esse sentimento de dentro de mim.
-O que é isso Els? Pra que você me mandou eu ligar a TV, pra vê-lo, pra ver esse traidor? – sinto minhas palavras rasgarem minha garganta.
-Escuta o que ele tem pra te dizer pequena – Els disse isso e logo vi Niall pegando o celular dela e o microfone o levando até perto de sua boca.
-Princesa sabe que fui um idiota por ter feito isso com você, eu estava bêbado, sei que isso não é desculpa, mas eu juro que se eu pudesse voltaria no tempo e concertaria tudo, sei que você esta com raiva de mim, mas escuta o que eu tenho pra te dizer. Eu te amo princesa, você é tudo o que eu tenho, sem você eu não sou nada, me perdoa pelo o que eu fiz, me perdoa pelo meu erro e eu te prometo que nunca mais farei nada para te magoar, volta pra mim pequena – Niall chorava como uma criança na frente de todos ali naquela plateia, escutei pelo celular um “Volta pra ele [S/N]”, “Ele merece uma segunda chance”, sinto lágrimas em meu rosto, eu estava sentada no sofá da minha sala sem palavras, Niall acabará de pedir em meio a uma premiação mundial meu perdão.
-Então pequena você aceita esse idiota de volta?
-Niall se você fizer isso de novo eu juro que nem se você vá até o papa e me peça perdão eu não irei perdoar, será sua ultima chance seu idiota. Não faz mais isso comigo meu potato – falei dando um leve sorriso, mas logo depois vi Niall pulando no palco e chorando, todos estavam de pé o aplaudindo, logo depois Niall tocou Litlle Things dedicado a mim. Depois da performance Niall veio a minha casa e ficamos juntos, depois de 3 meses desse incidente de sua traição, ele me levou até o London Eye e lá me pediu em casamento, me fazendo mil juras de amor.
---------------------------------------------------------------------------------------------
 

Mini Imagine com Niall Horan




Acordei quando ouvi alguma coisa caindo no andar de baixo, no começo pensei que fosse o Niall mais assim que me virei encontrei ele dormindo profundamente, então só podia ser um ladrão. Comecei a chacoalhar o Niall que nem se mexia, na hora do pânico dei um tapa na cara dele que acordou assustado e gritando.
- O que é isso mulher? – Eu tampei a boca dele com a minha mão enquanto ele me olhava assustado e sussurrei.
- Tem alguém aqui dentro. – Nesse momento alguma coisa caiu fazendo um grande barulho. Niall arregalou os olhos e estendeu a mão pegando o telefone. Então fez uma careta e murmurou.
- Esta mudo. O ladrão cortou os cabos, ele quer nos matar. – Ele se levantou e começou a procurar alguma coisa desesperadamente. – Meu celular sumiu, a onde esta o seu?
- Lá em baixo na sala, junto com o seu. – Niall gemeu e cobriu o rosto. E então foi ao nosso closet, entrou e começou a procurar alguma coisa, minutos depois ele saiu segurando um taco de beisebol.
- Niall, o que você vai fazer? – Perguntei preocupada. – Você não vai sair desse quarto.
- Preciso proteger você. – Niall disse sério e decidido, então ele se virou para você. – Se você quiser vir comigo, sabe para me dar cobertura, eu aceito. – Revirei os meus olhos e peguei uma lanterna seguindo Niall para fora do quarto. Paramos no topo da escada e eu iluminei lá em baixo para ver se tinha algum sinal do ladrão, mais só vimos coisas jogadas no chão, uma bagunça.
Niall respirou fundo e começou a descer a escada, eu o segui. A casa estava silenciosa, o que deixava tudo mais assustador. Quando cheguei ao fim da escada percebi que a casa estava mais bagunçada do que eu imaginava, eu e o Niall ficamos encarando a bagunça perplexos até que ouvimos barulhos atrás de nos e então nos viramos. Não havia um ladrão, nem nada mais sim um guaxinim, que estava mostrando as garras e rosnando para gente.
Niall foi o primeiro a ter uma reação, ele gritou e subiu correndo para o nosso quarto, eu fiz a mesma coisa depois de pegar o celular dele que estava numa mesa perto dali. Quando cheguei ao quarto Niall estava ofegante e me abraçou assim que eu entrei.
- Pensei que aquele guaxinim fosse te matar, fiquei tão preocupado.
- É eu percebi, você saiu de la, me deixando para trás. – Niall fez uma careta.
- Eu estava com medo, aquele bicho queria nos matar.
Apenas revirei os olhos e liguei para a policia ambiental que rapidamente veio levar o pequeno guaxinim para algum lugar seguro. Mais tarde descobrimos que nosso telefone não estava pegando porque o guaxinim havia ruído os fios, assim como ele havia feito os barulhos e estragado a nossa casa.
-------------------------------------------------------------------------------------------

One Shot Niall Horan



Pra que tenho que amar tanto ele? Pra que fui ajudar ele? Agora ele deve esta na cama com aquela garota. Não está entendendo? Vou explicar.
Sou amiga do Niall, desde que me entendo por gente. Ele ficou afim de uma garota da nossa escola. Ele pediu minha ajuda, e claro eu como uma boa amiga não recusei ajudar ele. Demorou pra ele conseguir sair com ela, mas com minha ajuda ele conseguiu. E nesse tempo todo acabamos nos aproximando mais e mais. E… bom… eu estou apaixonada por ele. Resumindo estou ferrada.
É noite de sábado, garoa boa caindo pelo lado de fora, e eu dentro de casa, imaginando aqueles dois em cima de uma cama de solteira, tendo uma festinha particular, dentro de quatro paredes. Que idiota eu sou, fico pensando nesses dois ainda, tenho que cuidar da minha vida….. mas a minha vida é o Niall, e eu não cuidei dele, deixei ele escapar pelos espaços entre meus dedos.
>DING DONG<
- Merda! - reclamei, não estava com saco pra receber ninguém hoje, fingi que não estava em casa, mas seria em vão, a TV estava muito alta.
Fui andando até a porta (lê-se: arrastando). Ao abrir não conseguir ver quem era, de repente lábios foram colados nos meus, surpreendendo-me com um beijo. Não retribui, abri os olhos e vi que era Niall. Finalmente consegui me soltar.
- Ei, pára! - falei limpando a boca - Cadê a Jacky? - perguntei.
- Sei lá. - ele deu de ombros.
- Como sei lá? Você ia sair com ela hoje.
- Não fui.
- Você é idiota? Ou o que?
- Por que?
- Porque? Você ainda pergunta? - quase gritei. - Depois de tudo que você fez pra conseguir hoje você simplesmente não vai. Desde quando você usa drogas? - perguntei percorrendo minha mão por seu rosto.
- Não uso. E o que você esta fazendo? - ele tirou minha mão de seu rosto.
- Você deve está passando mal, porque não é possivel.
- Posso conversar com você, pelo menos?
- Pode.
- E? - ele fez um sinal de quem queria entrar.
- Ah, desculpa, entre. - dei um espaço para que ele entrasse.
Assim ele fez.
- Qual é o assunto? - perguntei fechando a porta.
- Meus sentimentos. - ele respondeu se sentando na poltrona.
- Ai Nialler, sem paciência pra isso. To cansada. Minha cabeça ta cheia, tem muita coisa girando na minha cabeça. - reclamei coçando a testa e indo me sentar ao seu lado.
- Faz o seguinte, eu falo e você finge me ouvir, eu preciso falar pra você. - suspirei.
- Ai, Deus. Ok. - me virei para encara-lo e apoiei minha cabeça na palma de minha mão.
- Melhora essa cara. Finge interesse. - ele falou.
- Já não chega eu ouvir por obrigação, eu ainda tenho que ficar fingindo a cara?
- Aff. Ok. - ele fingiu o som de alguém limpando a garganta e logo começou. - Bom, eu estou… apaixonado. - aquilo fez criar um nó em minha garganta.
- A-Apaixonado? - perguntei involuntariamente gaguejando.
- Achei que não estivesse prestando a atenção. - ele sorriu fraco.
- Então é mentira?
- Não.
- Ata. Continue.
- Então, preciso de sua ajuda. - fiz menção em dizer que não. - Não fale nada, apenas escute. Estou sentindo isso a um tempo. É diferente do que sentia pela Jacky. Esse é intenso, me faz bem e mal ao mesmo tem. Bem, porque posso viver com ela. Mal, porque não posso chama-lá de amor. - ele abaixou a cabeça e começou a brincar com sua calça jeans.
- Desculpa, mas dessa vez eu não vou ajudar. - falei já arrependida de ter dito isso. Ele parou de mexer na calça e me olhou com os olhos marejados. - Merda! - murmurei, odiava vê-lo chorar.
- Não precisa me ajudar. - ele falou.
- Mas, você falou que ia precisar da minha ajuda.
- Me responde uma coisa? - ele pediu.
- Respondo.
- Por que você não podia me ajudar? - ele logo perguntou.
- Porque eu me ferrei te ajudando com a Jacky.
- Em que sentido de se ferrar?
Pensei se responderia ou não, achei meio constrangedor aquela pergunta. Eu já imaginava eu falar que eu me apaixonei por ele. E já vejo ele saindo por aquela porta, pondo fim a nossa amizade. Quer saber, tenho que falar pra ele, se é pra ser sera.
- Porque…. - fiz uma longa pausa. - Eumeapaixoneiporvocê. - atropelei as palavras.
- O que? - ele parecia confuso.
- Eumeapaixoneiporvocê. - continuei atropelando as palavras.
- Fala sem atropelar as palavras, por favor. - ele pediu.
- EU ME APAIXONEI POR VOCÊ. - gritei pausadamente.
Ele não demonstrou reação por um bom tempo. De repente um sorriso apareceu em seu rosto. Aquilo parecia com o que eu imaginava, a próxima cena ele se levanta e sai pela porta que a pouco tinha entrado.
- Qual é a graça? - perguntei.
- É irônico. - ele emitiu um estranho barulho pelo nariz, uma barulho que eu nunca o vi fazer.
- Irônico? - fiquei confusa.
- Sim. Você teve coragem de falar o que sente e eu não tive a mesma coragem.
- Mesma coragem? - fiquei ainda mais confusa.
- Cara, EU TE AMO. Mas não tive coragem de dizer. Eu vim aqui pra dizer isso. Mas quem disse foi você. Na verdade não disse, apenas falou que está apaixonada por mim. - ele riu nervoso.
- Então você gosta de mim? - perguntei.
- Com certeza.
- Namora comigo? - perguntei por puro impulso. Aquilo era ele que devia pedir, infringi um pouco a regra de pedido de namoro. Geralmente são os homens que pedem, não as mulheres, to nem ai, sou diferente.
- UAU! - mordi os lábios nervosa com a resposta que poderia receber. - Sim.
- Jura?
- Juro. - ele ‘engatinhou’ até a mim sobre o sofá e logo juntou nossos lábios, partindo para um beijo doce.

3 Comentários de pessoas incríveis :

  1. QUE COISA FOOOOOOOOOOOOOOOOOUFA ♥ SEU BLOG É PERFEITO!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwww, Obrigado pelo carinho princesa... <3

      Excluir
  2. AMEI SEU BLOG É O MELHOR QUE EU JÁ VI MELHOR QUE O MEU

    PS:SENHORITA HORAN =)

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar :)